OCUPAÇÃO TERRA DA LIBERDADE SOBRE AMEAÇA

Atravessamos uma crise profunda. Esse modo de viver - que não nos serve e se sempre violentou os de baixo, pra garantir os interesses dos de cima - agora intensifica ainda mais o desemprego, miséria, fome, devastação, queimadas, despejos, mortes por bala, coronavirus ou falta de perspectiva.

Em defesa das nossas vidas o capitalismo tem que ser destruído para a construção de um mundo novo! Feito por nós e pra nós, atendendo nossas necessidades e não ao lucro.

Enquanto o sistema mais uma vez tenta espremer nossos sonhos de uma vida mudada nos limites estreitos das eleições da democracia dos ricos, nós, do Luta Popular, decidimos ocupar.

Acreditamos que as mudanças de que tanto precisamos virão pelas mãos do povo, auto-organizado e na luta! E é só quando rompermos as barreiras que buscam domesticar nossa insatisfação e revolta, que faremos germinar uma revolução.

Terra da Liberdade é o nome desse território; o nome que escolhido para essa ocupação.

A região de Cajamar, onde estamos, região de Polvilho - nome dado à fécula da mandioca que era plantada na grande fazenda que produzia baseada no trabalho escravo - foi uma das últimas de São Paulo a manter a escravidão. É em cima dos escombros da opressão sobre aqueles que nos antecederam e de quem descendemos, erguemos barracos de nome firmando a convicção da liberdade do nosso povo.

Hoje, Cajamar é uma cidade que teve 17 prefeitos em 2 anos por conta de escândalos de corrupção. Essa é a podridão a que querem nos submeter. O poder vem do povo mas é usurpado por governantes que governam em nome de grandes capitalistas, banqueiros, latifundiários, especuladores. Sugam tudo que produzimos e mais um pouco, pra garantir os interesses de um punhadinho às custas da maioria explorada.

A maior parte da população daqui - assim como em todo o país - é trabalhadora, pobre e luta pra sobreviver quando a cada dia nos arrancam mais.

A Prefeitura não tem qualquer política habitacional pra atender essa necessidade tão elementar a uma vida com minima dignidade e vira as costas pra aqueles que reivindicam seu direito a moradia - como é o caso das irmãs e irmãos de luta da Ocupação dos Queixadas.

O Prefeito, Danilo Joan, estando envolvido em diversas denúncias de corrupção, por desvio de verbas para o combate ao coronavirus. Sim, da saúde, logo em tempos de pandemia, quando o povo mais precisa.

E mais uma vez coloca contra nós a Guarda Municipal da Cidade, usando poderes policiais e abuso de autoridade contra quem legitimamente luta pela necessidade de casa pra morar.

É nesse território que mais uma vez ocupamos. Se eles não fazem por nós, fazemos nós por nós mesmos, mostrando a capacidade do povo se auto-governar.

Com toda a precariedade e dificuldade estamos, mais uma vez, construindo na marra aquilo que eles passam eleição após eleição prometendo.

Mas o povo não é bobo e tá cansado dessa patifaria.

Estamos na luta hoje, fincando na terra nossos sonhos de liberdade!

ORGANIZAR OS DE BAIXO PRA DERRUBAR OS DE CIMA

LUTA POPULAR

CSP CONLUTAS
logoluta2.png