AÇÃO TRUCULENTA DESPEJA 200 FAMÍLIAS EM CAJAMAR

A Guarda Civil Municipal de Cajamar, a mando do secretário de habitação subordinado ao prefeito Danilo João (PSD), promoveu remoção ilegal de centenas de famílias da Ocupação Terra da Liberdade.

Sem mandado judicial, a Prefeitura agiu em nome do "suposto" proprietário, que nem documento da terra comprovou. Depois de 3 dias ocupando um terreno que há pelo menos 20 anos não cumpria a função social da terra, as famílias que lutavam pelo legítimo direito de moradia se viram diante da tropa de choque da GCM, com armamento letal e não letal, escudos e pastor alemão.

Com centenas de famílias - incluindo gestantes, idosos e crianças -, fomos obrigados a sair do terreno para evitar que a violência fosse ainda maior.

O movimento não é como as grandes empreiteiras que loteiam terra e visam lucro. A cidade de Cajamar tem inúmeros empreendimentos irregulares que destroem o meio ambiente - pra isso a prefeitura passa pano. Mas pro povo pobre eles não hesitam em usar a força e a violência para favorecer a especulação imobiliária. O próprio prefeito sofre processos por corrupção.

Em tempos de pandemia, desemprego e fome, a luta continua em defesa das nossas vidas.

 

Seguimos organizados. Enquanto existirem famílias que não tenham onde morar, continuaremos ocupando!

CSP CONLUTAS
logoluta2.png